Não tem nada como um cafézinho, não é mesmo?! Seja para aqueles que o dia só começa depois de uma xícara, ou para quem gosta de curtir uma pausa no meio da tarde, ou até para aqueles que gostam de aromas e técnicas especiais, seja com açúcar, adoçante ou puro… a hora do café é sempre um momento gostoso e aguardado na nossa rotina, quase como um ritual. E fica melhor ainda se for café com cashback, que você irá degustar no fim do texto!

Dica da Manu:
Blog: O que é cashback? Onde vive? O que come?
Cadastre-se na Mooba e ganhe 5 reais de bônus!

Cabras aceleradas?

No dia 14 de abril é comemorado o Dia Mundial do Café, mas você sabe de onde ele surgiu?

Existe uma lenda acerca da descoberta do café que diz que: um pastor etíope percebeu que algumas de suas cabras mudaram de comportamento depois de comerem uma planta específica…

A planta recebeu o nome café por ser originária de Cafa, uma das regiões altas da Etiópia, no continente africano. De lá, foi levado para a Arábia, onde assumiu uma grande importância social. Os árabes foram os primeiros a cultivar essa planta “milagrosa”, primeiramente para uso medicinal, atuando na cura de diversos males.

O café, no século XVI, foi levado da Arábia para o Egito, e logo depois para Turquia. Na Europa, no século XVII, foi introduzido na Itália e na Inglaterra, onde era consumido por diversas classes sociais, inclusive por intelectuais. No decorrer do século XVIII, foi ganhando importância no mercado inernacional, passando a ser consumido em vários outros países e se tornando uma bebida de luxo, principalmente na França, Alemanha, Suíça, Dinamarca e Holanda.

Seguindo sua expansão pelo mundo, finalmente o café chegou nas Américas e nos Estados Unidos, que hoje se tornou o maior consumidor e importador mundial de café.

E no Brasil?

O café chegou ao Brasil em 1727, entrando pelo estado do Pará e cultivado na cidade de Belém, onde a cultura não foi muito difundida. Nos anos seguintes foi levado para o Maranhão, Bahia, Rio de Janeiro, São Paulo e Minas Gerais.

A partir de 1820, o café se tornou a maior fonte de riqueza do país e o principal produto de exportação, dando início ao Ciclo do Café. Em 1845, o Brasil produzia 45% do café mundial.

Aos poucos, sabemos que a abolição da escravatura foi acontecendo, e a proibição do tráfico de escravos causou falta de mão de obra para a cafeicultura. Os fazendeiros de São Paulo começaram a utilizar então mão de obra de imigrantes europeus. A vinda desses imigrantes se acentuou a partir de 1848, quando estavam ocorrendo diversas crises políticas e revoluções na Europa.

O trabalho assalariado passou a predominar a partir de 1870. Entre 1850 e 1889 entraram no Brasil mais de 800 mil imigrantes, sendo a maioria destinada às fazendas de café em São Paulo. Eram italianos, portugueses, espanhóis, russos, austríacos, romenos, poloneses, alemães e japoneses.

O cultivo do café em grandes áreas foi responsável pela formação de diversos núcleos urbanos no país. Até hoje, o Brasil é um dos maiores produtores e exportadores de café do mundo, exportando para os Estados Unidos, Japão e diversos países da Europa.

Um café com cashback, por favor!

Depois de falar tanto sobre o café, é claro que não iríamos te deixar passando vontade! Para comemorar o dia mundial dessa bebida tão queridinha, separamos as melhores ofertas da Mooba para você comprar e ter dinheiro de volta! Dá uma olhada:

Aproveite o Dia Mundial do Café com a Mooba:
Caixas DGusta Dolce Gusto com 25% OFF + 3,3% de cashback
Nova linha da Café L’Or com aumento de cashback de 4 para 6%
Café Pilão com 25% OFF + 4,2% de cashback
Coador de café de aço inox na Americanas com 15% OFF + 2% de cashback

Não perca essas ofertas, e não se esqueça de seguir a Mooba nas redes sociais para não perder os melhores descontos e cashbacks nas suas lojas favoritas!

Instagram Mooba
Facebook Mooba
LinkedIn Mooba
Pinterest Mooba
Twitter Mooba

Please follow and like us: