Para fechar nosso mês de entrevistas especial “Fica em Casa Moober”, conversamos com a youtuber e influenciadora Sandra Matarazzo, que comanda o canal Receitas e Temperos com quase 800 mil inscritos, para nos dar dicas de comida na quarentena.
Confira a entrevista completa porque vai ter SIM muita receita boa!

1- Qual é a importância da cozinha na vida de uma pessoa? 

Quando você cozinha você tem autonomia, passa a conhecer os alimentos de verdade, você se conecta com o essencial, eu digo sempre que saber cozinhar é necessário para viver bem portanto a cozinha alimenta o corpo e alma, alimenta as relações.

2- Muitos especialistas afirmam que cozinhar pode trazer muitos benefícios à saúde, principalmente mental, diminuindo o stress, como você acha que o ato de cozinhar pode beneficiar a população nesse tempo de quarentena?

Cozinhar é benéfico em todos os sentidos, e na questão mental, sem dúvida é uma terapia de fato, tem gente por exemplo que mesmo depois de trabalhar o dia inteiro na rua chega em casa liga uma música, coloca um pouco de vinho na taça e começa a preparar um belo jantar, que pode ser um simples Espaguete à bolonhesa, que é apenas macarrão e carne moída com molho de tomate (bem temperadinho, hein?! comida sem gosto ninguém merece! 😉 ) mas que te dará prazer desde o preparo até o momento de saborear.

3- Muita gente que está fazendo home office não sabe cozinhar, o que você indica para esse início? Como começar?

Começar pelo básico, aprender a fazer um bom arroz e feijão que é a base da alimentação brasileira, e a partir daí vai evoluindo para vegetais e carnes. Importante sempre pensar no que você precisa para ter um prato bem feito e balanceado: arroz, feijão, legumes e verduras e por fim uma carne.

4- Muita gente não sabe o que vai acontecer com a economia, quais os melhores alimentos para se comprar pensando em validade e que também são fáceis de fazer na cozinha?

Alimentos que você pode ter, e até fazer um “estoquinho” são grãos, que tem alta validade, não necessitam refrigeração, por exemplo, arroz, feijão, lentilha… Enlatados seguindo a mesma ideia de alta validade, e sem necessidade de refrigeração, e aqui com um “plus” pois alguns produtos já ajudam pois estão prontos para entrar na receita como milho (já vem cozido), atum, extrato ou molho de tomate (já vem pronto pra consumo).

Eu compro congelados e também faço alguns preparos e deixo sempre pronto alho picado, salsinha e cebolinha picada, molho de tomate caseiro, caldo de legumes caseiro, porções de carne moída já pronta temperadinha, e frango desfiado, isso ajuda muito você chega na correria em casa.

Quando for comprar carnes, tente comprar já divida nas porções de consumo da sua casa pensando em cada refeição, e congele, quando for preparar é só retirar aquela porção, além disso, isso ajudará a manter seu freezer mais organizado e consequentemente terá mais espaço.

Alguns vegetais você também pode, branquear (aquele processo de pré cozimento que ajuda a manter as propriedades dos alimentos), como por exemplo, cenoura, batata, couve… Assim como tem também os vegetais com uma validade maior, vale a pena investir, como abóbora, cenoura, batata, cebola, repolho…

5- Nos conte alguma receita que seja fácil e que seja gostosa para fazer de lanche da tarde para as crianças comerem, já que os filhos estão dentro de casa. 

De doce eu sugiro um bolo de cenoura, fala a verdade, né?! Não tem bolinho melhor que agradece a todos, e para deixar mais nutritivo você pode substituir uma parte da farinha de trigo por farinha de aveia.

Tem também uma receitinha facinha de pão de queijo com 3 ingredientes que faço com frequência por aqui no final da tarde.

Receita Pão de Queijo:
INGREDIENTES:
1 xícara (chá) de queijo parmesão ralado
1 caixinha de creme de leite ( 200g)
Aproximadamente 1 e 1/2 xícara (chá) de polvilho azedo
Sal, se necessário

MODO DE PREPARO:
1- Em uma tigela despeje o creme de leite, 1 xícara de polvilho, o queijo ralado e o restante do polvilho aos poucos até dar o ponto da massa – sem grudar nas mãos. Se necessário, acrescente uma pitada de sal.
2- Forme bolinhas, e siga colocando-as lado a lado em uma forma untada com manteiga.
3- Leve ao forno preaquecido a 180° por aproximadamente 30 minutos, ou até dourar.

6- Nos conte alguma receita prática para fazer no almoço, onde a pessoa não fica muito tempo na cozinha para não atrapalhar o tempo de trabalho.

O escondidinho acho uma ótima opção, além de ser prático você usa o que tem em casa, você faz um purê de batata, mandioquinha, mandioca ou abóbora, e o recheio pode ser de frango desfiado, de carne moída, de queijo com presunto… é só montar em uma travessa o recheio, colocar o purê em cima e levar ao forno.

Para saber a receita completa do escondidinho clique no link abaixo:
Receita Escondidinho de Mandioquinha com Carne Moída

7- Cozinhar é terapia e diversão: qual melhor receita para se fazer junto com as crianças?

Que tal um bolinho decorado, as crianças se divertem.
A receita mais fácil para se fazer com as crianças está no vídeo abaixo: 

8- Qual sua sugestão de lista para a dispensa?

Em primeiro lugar os básicos como Sal, Açúcar, Azeite, Óleo, temperos/especiarias, já penso no fermento (vai que rola fazer um bolinho?!) Leite, Queijos curados (parmesão, meia cura – tem maior validade), Iogurte que vira lanchinho no final da tarde e até molho para um filé de frango.

Em resumo, ovos não podem faltar, para uma comidinha rápida, ovos mexidos, omelete e para o preparo de receitas são essenciais, pensa num bolo quentinho?!

Alimentos secos como Arroz, Feijão, Massas, Lentilha, Cuscuz, tomate pelado, polenta, farinha de trigo, atum, azeitonas.

Vegetais, sou fã de congelar muitos pensando na validade e na praticidade na hora de usar na receita, os que não podem faltar na sua feira: cebola, alho, beterraba, abóbora, chuchu, repolho, beterraba, limão, laranja….

Por fim, congele frutas: morangos, lavados sequinhos e sem folhas, as bananas é só descascar e cortar em rodelas (depois de congeladas bata no processador puras e isso vira um sorvetinho).

Seja como for, a cozinha é um lugar de família e ela pode ser mais simples do que a gente imagina. Conseguimos fazer não apenas comidas mais complexas como também as mais fáceis possíveis. Quer você queira, quer não queira, a cozinha é sim uma terapia! 😂 E ela pode ser bem benéfica nesses tempos!

Enfim, conforme já falamos em posts anteriores, essa foi mais uma entrevista que certamente pode te ajudar nesse período e fizemos com o intuito de tornar sua quarentena mais leve. Estamos aqui para isso, afinal todos nós precisamos de ajuda nesse momento.
Se quiser conversar, certamente estaremos aqui com o nosso atendimento e redes sociais.