Mais uma entrevista saindo do forno para vocês!
Hoje conversamos com a empresária Monica Amaral Aires, proprietária da Light Connexion para falar um pouquinho como as redes sociais conseguem nos ajudar nesse momento de quarentena e o que podemos tirar de benéfico dessa situação, na campanha “Fica em Casa Moober!“.

1- Qual é a importância das redes sociais para a venda de produtos?

As redes sociais, principalmente na quarentena tem tido um peso muito grande em relação à espectadores. As pessoas trocam ver TV pra ver aquele vídeo no youtube do canal preferido ou acompanhar stories do influenciador que mais gosta.
Automaticamente, marcas passam à procurar esses canais para divulgar seu produto e atingir o público-alvo. O mais legal é que há espaço para todos, temos influenciadores com espectadores jovens, adultos, idosos e crianças.

2- Hoje, as redes sociais são responsáveis por 50% das vendas de uma marca, se o produto for bem divulgado e anunciado. Qual é a principal mudança que isso tem com o isolamento?

Muito provavelmente essa percentagem aumentará tendo em vista o fechamento dos estabelecimentos e isolamento da população. Então, mais do que nunca, as marcas devem apostar nas redes e precisam saber apostar certo. Isto é, no influenciador ou na propaganda/impulsionamento certo pra aumentar ainda mais as vendas.

3- Com o isolamento, muitos comércios acabaram fechando as lojas físicas tendo apenas como principal fonte de venda as redes sociais, acredita que após a pandemia a visão que os comerciantes têm em relação a internet mudará?

Sem dúvidas! Muitas pessoas que não experimentaram ou se arriscaram no mercado digital, terão que fazer isso no momento por sobrevivência e depois perceberão que os custos serão menores além da competitividade aumentar.

4- Como passar por esse momento de crise onde poucas marcas querem investir, porém precisam das redes sociais para o sustento?

O que resta às marcas que não querem investir mas precisam das redes é cultivá-las muito bem. Sempre alimentar com conteúdos autênticos, ricos em informações, didáticos e se possível com algum tipo de dinâmica. Tudo isso pra se aproximar mais do público e tentar fazer a propaganda diretamente à ele, sem precisar do influenciador para mediar, por exemplo.

DICA RÁPIDA PARA COMPRAR SEM SAIR DE CASA:
Cupom de Desconto Americanas até 50% OFF + Cashback
Cupom de Desconto Submarino com Frete Grátis
Cartão de Crédito Mooba
Cupom de Desconto Shoptime com até 80% + 10% de desconto + Cashback

5- Como você acha que as redes sociais podem agregar e ajudar a população na conscientização ao coronavírus?

É muito importante compartilhar as informações de fontes seguras. Esqueça informações de whatsapp, o pânico causado pela família e boatos. Acima de tudo é importante desligar a TV e consumir conteúdos que não falam somente sobre o lado ruim. As redes podem mostrar os avanços, as esperanças, as prevenções e claro, nunca esquecendo que NÃO SAIR DE CASA é o mais importante.

6- Algumas empresas vem se posicionando sobre o Covid-19 e criando várias campanhas, isso engaja a marca, porém qual é a linha tênue que as marcas não podem ultrapassar para não passarem a visão de oportunistas?

É um momento oportuno para trazer informações úteis de conscientização e conectar a marca com o mundo que ela está inserida, mas é importante ter sempre muita sensibilidade por conta da gravidade do assunto.

7- É o momento certo para investir em propaganda?

Mais do que nunca é um momento para analisar com sabedoria os investimentos para que cada real investido traga o máximo retorno. Isso porque a demanda futura é incerta, o tamanho e duração da recessão que vivemos é desconhecida.

8- Pequenos produtores serão os mais afetados com essa crise, qual é a dica que você daria para eles conseguirem usar as redes sociais à favor da empresa?

A vantagem do produtor pequeno é ter maior facilidade em aproximação do cliente, saber do que gostam, como preferem algo etc. Ou seja, o momento é agora de fazer o que já faziam, só que agora com excelência aproveitando a vantagem.
A dica é: Produza conteúdos autênticos, ricos em informações, didáticos e se possível com algum tipo de dinâmica para estreitar sua relação com o público.
Aposte em séries do IGTv com temas interessantes, stories com enquetes ou caixa de perguntas e faça LIVES.

A empresária ainda deixou uma dica rápida de como usar as redes sociais nesse momento:

Por fim, essa foi mais uma entrevista com especialista. Aproveite esse momento para aprofundar e estudar a rede social que você mais gosta e quem sabe usar isso para o seu benefício tanto financeiro quanto psicológico.

A Mooba está aqui por você, fique em casa! Precisa de ajuda? Conte com a gente, estamos aqui para lhe atender!

Please follow and like us: